segunda-feira, julho 13, 2015

Lições Financeiras na Bíblia

Lições Financeiras na Bíblia

Você tem: Problemas Financeiros? Dívidas? O Salário não dá? 

A grande parte da população enfrenta, enfrentou ou enfrentarão algum problemas nesta área da vida. Apenas uma minoria está livre dessa situação, porém este post, serve tanto para aqueles que estão nessa situação ou não, pois este post não trata-se de como obter prosperidade financeira, mas trata-se administrar seus recursos de acordo com a realidade da sua vida financeira e conforme os valores do reino de Deus.

O grande motivo pelo qual enfrenta-se problemas financeiros está associado a maneira que dirigimos nossas vidas, em grande parte dela baseando-se em no consumismo, materialismo e  status, dessa maneira acabamos nos afastando dos valores que Deus nos deixou em sua palavra.




Problemas decorrente de uma vida longe dos valores de Deus:
  • Problemas no relacionamento conjugal;
  • Insegurança familiar;
  • Irritabilidade;
  • Tensão;
  • Problemas de saúde;
  • Depressão;
  • Mau testemunho.
O que podemos aprender com a Bíblia?

1) Busque conselho com os que andam nos caminhos de Senhor.
Felizes são aqueles que não se deixam levar pelos conselhos dos maus, que não seguem o exemplo dos que não querem saber de Deus e que não se juntam com os que zombam de tudo o que é sagrado! Pelo contrário, o prazer deles está na lei do Senhor, e nessa lei eles meditam dia e noite. (Sl 1:1-2)
 Ouça conselhos e aceite instruções, e acabará sendo sábio. (Pv 19.20)
Os planos fracassam por falta de conselho, mas são bem sucedidos quando há muitos conselheiros. (Pv 15.22)
2) Viva do seu trabalho e não dos outros
Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.” (Ef 4:28)
Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem.” (Sl 128:2)
E procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado; Para que andeis honestamente para com os que estão de fora, e não necessiteis de coisa alguma.” (1 Ts 4:10-12)
Se alguém não quiser trabalhar, também não coma. Pois ouvimos que alguns de vocês estão ociosos, não trabalham, mas andam se intrometendo na vida alheia. A tais pessoas ordenamos e exortamos no Senhor Jesus que trabalhem tranquilamente e comam o seu próprio pão" (2 Ts 3.10-12).
Nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós.” (2 Ts 3:8)
A esses tais, porém, mandamos, e exortamos por nosso Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando com sossego, comam o seu próprio pão.” (2 Ts 3:12)
3) Sejam honesto

  • Seja fiel com a propriedade do outro:
E, se no alheio não fostes fiéis, quem vos dará o que é vosso? (Lc 16:12)
Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito" (Lc 16.10)

  •  Pague os impostos e tributos devidamente
Por esta razão também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo sempre a isto mesmo. Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra. (Rm 13:6-7)

4) Planeje e poupe


  • Planeje os seus gastos - planejar vem antes de gastar!

  • Gaste menos do que você ganha, esse é o mais básico princípio de administração financeira.
Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar? (Lc 14:28)
Na casa do sábio há comida e azeite armazenados, mas o tolo devora tudo o que pode (Pv 21.20).

  • Hábito da Poupança = Economizar

  • Primeiro economizar, depois comprar.

  • Gastar menos do que ganha

5) Aprenda a usar seu dinheiro


  • É desejo ou necessidade?
No mundo atual, é comum as pessoas comprarem coisas de que não precisam, com o dinheiro que não têm, para impressionar pessoas das quais nem conhecem. 

  • Invista no que é necessário
Faça um orçamento dos seus gastos para saber onde está usando seu dinheiro e faça os ajustes necessários para frear seu impulso consumista; Evite, ao máximo, compras a crédito, isso irá ajudar no planejamento dos seus objetivos. Se utiliza cartão de crédito, efetue sempre o pagamento TOTAL DO CARTÃO, isso evitará pagamento de juros, e evitará também o famoso juros sobre juros. Jamais compre algo por status e esteja satisfeito com o que você tem, vivendo com simplicidade humildade: esse é o padrão bíblico (Fp 2.3). Antes de comprar algo, faça a si mesmo perguntas como estas:
a) É realmente necessário e útil ou totalmente supérfluo? 
b) Haverá despesa de manutenção? Posso suportar tal despesa?
c) Quanto tempo preciso trabalhar? 
d) Quanto esforço preciso fazer para ganhar tal quantia? 
e) Os benefícios compensam o esforço que fiz para conseguir o valor do bem? 
f) Há algo mais importante onde devesse gastar (ou investir) este dinheiro? 
g) É desejo ou necessidade?

6) Fuja das Dívidas

O princípio  da dívida são:

  • Primeiro comprar, depois pagar.

  • Gastar o que ainda não têm ou não ganhou
É possível que 80% da população administra o seu dinheiro desta forma, e que, por isso, enfrentam problemas financeiros. Os especialistas, calculam que em torno de 25% da renda é gasto apenas com pagamento de juros, isso equivale a trabalhar 3 meses por ano para pagamento de juros. No Brasil se considerarmos que trabalhamos outros 3 meses para pagamentos dos impostos. 

A Bíblia é objetiva, simples e direta:
A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei. (Rm 13:8)
O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta. (Pv 22.7).

7) O amor ao dinheiro

O pastor batista, Vernie Russel Jr., de Norfolk (EUA), disse que o cristão não pode servir ao Master (Senhor) e ao Mastercard ao mesmo tempo. Cuidado com os seus cartões de crédito (ou de dívida?). Se você não consegue conviver bem com eles, é melhor não tê-los.

 Não seja servo do dinheiro:
Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. (1Tm 6:9-10)
Quem ama o dinheiro jamais terá o suficiente; quem ama as riquezas jamais ficará satisfeito com os seus rendimentos (Ec 5.10). 
Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens. (Lc 12.15). 
Busquem, pois, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça... (Mt 6.33a).
Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. (Mt 6:24)
8) Seja grato pelo o que tem
Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. 8 Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes. (1Tm 6:7-8)
...aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância. Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece. (Fp 4.11-13)

9) Reconheça que tudo vem dEle e seja generoso
Porque quem sou eu, e quem é o meu povo, para que pudéssemos oferecer voluntariamente coisas semelhantes? Porque tudo vem de ti, e do que é teu lhe damos. (1Cr 29:14)

10) Seja generoso:


  • Honre-O com seus bens
Honra ao SENHOR com os teus bens, e com a primeira parte de todos os teus ganhos; E se encherão os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares. (Pv 3:9-10)
Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis; (1 Tm 6:18)
Pratiquem o bem, sejam ricos em boas obras, generosos e prontos a repartir. (1 Tm 6.18)

11) Tenha fé e confiança em Deus
Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé? Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal. (Mt 6:25-34)

  • Peçam e lhes será Dado
Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. (Mt 7:7-8)

  • Mas... pelos Motivos Certos (Necessidade)
Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam. Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem. Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres" (Tg 4.2-3).
Espero que este post ajude-os a melhorar seu planejamento financeiro.

Se gostou compartilhe, se não gostou critique para que possa melhorar a qualidade dos post.
Postar um comentário
z35W7z4v9z8w